Entrevista

“Ela é muito parecida comigo”. Fergie fala sobre trabalhar com Nicki Minaj em entrevista.

Cantora comentou as novidades sobre sua carreira.

Em entrevista ao eTalk, Fergie que está voltando com o Double Dutchess, que já está em pré-venda – clique aqui para saber mais, a cantora falou um pouco sobre o conceito por trás do álbum, a parte visual e sobre trabalhar com Nicki Minaj:

Sobre a demora para lançar o álbum e porque agora é o momento:

“Eu fiquei trabalhando, depois do The Dutchess, 2 albuns com os Peas, turnês mundiais e depois tive o meu amor Axl. Foi incrivel! Mas então voltar a colocar estúdio na minha rotina diaria, reservando tempo para escrever, e não posso mais ficar até 5 da manhã trabalhando em estúdio, porque tenho que acordar 3 horas depois para o Axl.

Foi um desafio, e tomou um pouco mais de tempo. E voltei ao estúdio, brinquei com estilos, não queria lançar algo medíocre. Ou algo que eu ache medíocre. Sempre mirando na grandeza. Eu sou meio competidora… Gravei um clipe, aqui e ali, Paris e Londres, e então, cheguei em um ponto que vimos que o álbum não sairia na hora que todos queríamos, então gravei clipe para todas as músicas, já que se for pra esperar, quero dar tudo completo para todos. Quero dar uma refeição completa! Tudo! Por isso demorei.

Ter minha propria gravadora, fazendo negócios, fazendo bossmoves, isso leva tempo. Coisas que eu nem poderia falar sobre. E finalmente estou lançando para o mundo.”

Sobre o que o Double Dutchess está trazendo:

“Bem, o álbum te levará a mim agora. Ao The Dutchess, só que atualizado para agora, por isso chamo Double Dutchess, por ainda ser a mesma garota que ama vários tipos de estilos, e brincar com vozes, experimentar, e se divertir, rir muito, as vezes ficar meio boba. Outros momentos ser muito séria!

Foi por isso fizemos aquela capa do álbum, fotografada por Mert e Marcus, dirigida por Giovanni Bianco, stylish por Carine Roitfeld, e a escolha da imagem é pela máscara pintada no rosto, e me sinto que Double Dutchess, você vê a garota mascarada, risos, diversão, danças, mas tirando essa mascara, verá a menina ali por trás, muito verdadeira, bastante sensitiva, que tem muito amor por tudo. E pra mim é importante poder expressar esses sentimentos, que não cabem no Black Eyed Peas, me sentiria meio egoísta.”

Essa é a hora de ser vulnerável, e liberar tudo isso assim.

Sobre trabalhar com Nicki Minaj:

“Foi ótimo. Ela é muito parecida comigo, somos muito detalhistas com nosso trabalho, nós editávamos o que estávamos fazendo, mexendo em algo ali, outra coisa aqui. Eu amei isso! consigo entender porque ela é assim. A música é muito Nicki e eu, nós duas juntas, sem competição, é #girlboss, é um hino de mulheres fodonas. Usamos roupas empoderadoras no vídeo, somente ela e eu, mandando ver. Unindo forças! E trabalhar com ela foi divertido, ela é engraçada, me dei muito bem com ela. Nicki sabe o que quer, respeito isso, sou do mesmo jeito. E foi incrível.”


(Foto das gravações do clipe, postada por Fergie em suas redes sociais.)

Ouça You Already Know, com Nicki Minaj, clicando aqui.

Assista a parte da entrevista sobre Nicki Minaj legendada:

Sobre Rick Ross, seu colaborador de Hungry:

“Sim, ele me deu um novo apelido. Como se já não houvessem apelidos suficientes (brincando). Ele me chamou de Ferrari Fergie. Eu fiquei WOW. Ele começou do nada, e eu achei o máximo, Porque a Ferrari sempre está avançando, e me sinto meio assim. Sempre me senti subestimada. Quando entrei no BEP, eu estava tão feliz e ouvi muita gente falando “Quem é essa menina arruinando a banda?”, tive que lutar e me provar, e me sentiria estranha sem os haters, eles me fizeram essa lutadora. Por isso acho que Ferrari Fergie combina.”

A post shared by Fergie (@fergie) on


(Fergie e a Ferrari. Na legenda: Ferrari Fergie.)

Sobre Axl, seu filho, fazendo participação no álbum:

“Ele é muito fofo. Jamais colocaria meu filho para fazer algo que não quer, mas ele estava super fofo cantando, e a voz é uma loucura de fofura, e ouvir ele cantar em francês, tive que gravar e entrou na música.”

E sobre o estilo dele, a apresentadora diz que Axl é uma das crianças mais estilosas com suas roupas por aí no mundo dos famosos e Fergie explica:

“Por agora, é tipo escolher e ir. Alguns momentos eu parei e fiz algo mais elaborado. Nas primeiras fotos dele para a escola, fiz ele se vestir dos pés a cabeça em Gucci.

Tive que fazer isso. Mas as vezes ele sai por ai com qualquer coisa, mas o guarda roupa do Axl é recheado de coisas fofas. E ele recebe muita coisa de graça, então obrigado pra quem manda coisas para Axl Jack.”

Sobre o Black Eyed Peas e voltar ao estúdio com a banda:

“Mas claro que sim. Amo aqueles meninos, eles são minha família. É louco que a cada seis meses aparecem rumores da banda ter acabado. Por enquanto estamos fazendo projetos separados, mas sempre nos apoiamos.”

Fergie fala do seu projeto visual, o Double Dutchess: Seeing Double.

“Eu comecei a fazer vídeos, pensando em soltar alguns às vezes, para não precisar parar de fazer turnê e então chegou em um ponto que eu tava fazendo um vídeo para todas as músicas. E não é cronologico, é um clipe para todas as músicas.”

Sobre o mais difícil de ter gravado:

“Olha, eu não estou em todos. Mas então, A Little Work é um curta e também um vídeo musical, que fiz com Jonas Akerlund, e foi épico, com historia, entrei na peronagem.”

#DOUBLEDUTCHESS: SEEING DOUBLE 👀👀 9/22 The Visual Experience 📺📺 pre-order @ midnight

A post shared by Fergie (@fergie) on


(Teaser do álbum visual, Double Dutchess: Seeing Double.)

Saiba mais do lançamento do álbum visual clicando aqui.

Clique aqui para assistir ao clipe de Hungry.

Comentários
Topo